Como a Moringa Oleífera age em nosso organismo?

Como a Moringa Oleífera age em nosso organismo e quais as suas ações?

Historicamente foi utilizada medicinalmente para prevenir a desnutrição, evitando as carências vitamínicas e nutricionais, no entanto seja pela sua utilização tradicional ou por validação científica existem várias indicações relativamente às suas propriedades e ações: hepatoprotetora ao nível do fígado, antibacteriana e antifúngica, antioxidante, ansiolítica, analgésica. Assim como se comprovou que tinha outras ações igualmente valiosas no controle e regulação do açúcar, na normalização da tensão arterial, em processos inflamatórios, tendo-se verificado ter uma atividade imunomoduladora, anti-envelhecimento, anti-pirética, anti-espasmódica.

Qual o seu modo de atuação?

As folhas e flores contêm vários flavonoides tais como o kaempferol. Alguns estudos encontraram uma associação positiva entre o consumo de alimentos contendo este flavonoide e um reduzido risco de desenvolvimento de várias doenças como tumores e doenças cardiovasculares. Estudos in vitro mostraram que o concentrado fresco de Moringa Oleífera, foi utilizado para conversão de glucosinolato em isotiocianatos, quimicamente estáveis, com ação anti-inflamatória em macrófagos. O efeito antioxidante de alguns dos compostos presentes nas plantas, um efeito muito importante desempenhado pela alimentação, pode proteger os organismos contra os efeitos nocivos da oxidação, atrasando o processo de envelhecimento. Desde há muito que há notícia de que um alcalóide de Moringa se assemelha na sua ação à efedrina podendo ser utilizado para o tratamento de asma, relaxando os bronquíolos. Os grãos de sementes de Moringa também mostraram ter um efeito promissor no tratamento da asma brônquica, como o mostrou um estudo levado a cabo para analisar a eficácia e segurança do manuseamento de grãos de sementes por pacientes asmáticos. Esse estudo mostrou uma diminuição significativa na severidade dos sintomas de asma concorrendo também para a melhoria das funções respiratórias.

Clique aqui e veja reportagens com profissionais da saúde o que estão falando sobre essa maravilhosa planta

Indicado para quem?

Especialmente adequado a pessoas que têm um envelhecimento precoce e/ou sujeitas a condições de stress. Ao disponibilizar um importante perfil de minerais e uma boa fonte de proteínas, vitaminas, beta-caroteno, aminoácidos e vários compostos fenólicos e fornecendo uma combinação rica e rara de zeatina, quercetina, beta-sitosterol, ácido cafeoilquínico e kaempferol, é indicada para indivíduos com uma vida ativa e exigente. Ao conter uma elevada quantidade de vitamina A, é uma planta que pode ser usada para ajudar a prevenir problemas de cegueira noturna e problemas oculares em crianças.

A sua utilização tradicional

Na Índia é utilizada nas situações anemia de ansiedade, asma, borbulhas, bronquites, catarro, congestão de tórax, cólera, conjuntivite, tosse, diarreia, infecções da vista e ouvidos, febre, inchaço glandular, dores de cabeça, pressão sanguínea anormal, histeria, dores nas articulações, psoríase, desordens respiratórias, escorbuto, deficiência de sémen, dor de garganta, desloca mentos musculares. Na Guatemala é usadas nas infecções da pele, feridas.

Clique aqui e veja reportagens com profissionais da saúde o que estão falando sobre essa maravilhosa planta

Comentários

comentários